.mais sobre mim

.Calendário

.posts recentes

. Estranho

. Sou tão inconstante!

. Alicia Keys - No One

. Tomar decisões e fazer es...

. I Kissed a Girl

. If I were a boy

. Alguem soy yo

. Confusão

. "Confusão Sentimental..."

. Reviver

.links

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.pesquisar

 

.Rádio

.As minhas visitas

.tags

. todas as tags

Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

O despertar

Quando de repente acordamos e vemos que o mundo é cruel, que a vida é dura e fria, que o destino nem sempre nos favorece, que nosso caminho depende de nossas escolhas e nosso sucesso depende unicamente do que fazemos;
Quando os olhos se acham perdidos, de dúvidas se enche o coração; quando a face real do mundo se mostra e somos desiludidos, pois pensávamos que tudo era diferente; quando levamos uma pancada na alma, pois vemos que estamos sós, e pensávamos que éramos cercados de proteção;
Quando vemos que a confiança é algo incerto, que as pessoas não são o que parecem, que não podemos confiar nos nossos olhos porque a visão pode enganar, e que até nossa própria sombra pode nos confundir;
Quando vemos que somos ignorantes e muitas vezes não conhecemos a nós mesmos; quando nos sentimos fracos, quando duvidamos da nossa capacidade e subestimamos nossa força;
Quando tudo se perde e se torna difuso, a vida perde o sentido, e buscamos alguma salvação na morte, mas vemos que a tememos ainda mais do que tememos a vida;
Quando de repente vemos que a única saída é manter a calma e pensar, repensar a vida, agir como o mundo nos obriga; quando vemos que se o mundo é cruel, seremos nós também cruéis, pois só nos armando como os inimigos é que poderemos vencê-los;
Quando começamos a enxergar tudo como realmente é, é que nos damos conta de que podemos ser tão fortes que moveríamos montanhas com nossa vontade. Que o medo na maioria das vezes é infundado, que a vida é mais simples se a encaramos com olhos sábios e espertos, daqueles que seguem seus sonhos e conseguem o que querem porque acreditam em sua capacidade, que mundo muda de acordo com a forma que o vemos, e que só depende de nós dizer se seremos vencidos ou se iremos vencer.
tags:
Cláudia às 09:16
| comenta | favorito