.mais sobre mim

.Calendário

.posts recentes

. Estranho

. Sou tão inconstante!

. Alicia Keys - No One

. Tomar decisões e fazer es...

. I Kissed a Girl

. If I were a boy

. Alguem soy yo

. Confusão

. "Confusão Sentimental..."

. Reviver

.links

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.pesquisar

 

.Rádio

.As minhas visitas

.tags

. todas as tags

Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006

Diferenças

Pensando na vida, como faço constantemente.
Tentando corrigir erros, aparas arestas...
Hoje olhei no espelho de uma forma diferente,
e pude me ver sem marcas, sem mascaras...
Peguei-me indagando:
"o porquê de duas orelhas,
de dois olhos,
dois braços
e apenas uma boca".
Sabia que não seria por acaso que a natureza teria nos aprontado essa...
O conjunto é harmonioso, não posso negar, mas teria outra função com certeza...
Olhei...Olhei, acho que cheguei a uma conclusão, pode não ser a certa, mas faz sentido pra mim...
Para falar de mais, e sem pensar, uma boca esta suficiente.
Ouvir, por ouvir??!!! Pra que duas???
Mas se for para ouvir com o coração, com a alma.
Então está explicado...
Com certeza e pra isso que temos dois braços.
Para estar sempre pronto ajudar, amparar.
Os olhos??
Ahhhhh, esses devem servir para que eu volte ao espelho e possa olhar novamente bem fundo, ate achar a alma, e continuar minhas indagações...


Ouça e abrace com o coração.
Fale somente o imprescindível.
Assim tendo boas ações, teremos uma alma e um coração puro e muito mais feliz...
tags:
Cláudia às 18:37
| comenta | favorito
Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

Mensagem do dia


Se recordo quem fui,
outrem me vejo,
e o passado é o presente na lembrança.
Quem fui é alguém que amo,
porem somente em sonho.

E a saudades que me aflige a mente
não é de mim nem do passado visto, se não de quem habito
por trás dos olhos cegos.
Nada se não o instante, me conhece.

Minha mesma lembrança é nada,
e sinto que quem sou e quem fui
São sonhos diferentes
tags:
Cláudia às 20:07
| comenta | favorito
Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

Pausa para a nossa vida!!

Image Hosted by ImageShack.us

"Na pausa não há música,
mas a pausa ajuda a fazer a música."
Na melodia da nossa vida a música é interrompida
aqui e ali por "pausas", e nós sem reflectirmos pensamos
que a melodia terminou.
Deus nos envia, às vezes, um tempo de paragem forçada.
Pode ser uma provação, planos fracassados, ou esforços frustrados
e faz uma pausa repentina no coral de nossa vida.
E nós lamentamos que a nossa voz tenha de calar-se
e tenha de faltar a nossa parte na música
que sobe até aos ouvidos do criador.
Mas como é que o maestro lê a pausa?
Ele continua a marcar o compasso
com a mesma precisão e toma a nota seguinte com firmeza,
como se não tivesse havido interrupção alguma.
Deus segue um plano ao escrever a música de nossa vida.
A nossa parte deve ser aprender a melodia e não desmaiar nas "pausas".
Elas não estão ali para serem passadas por alto ou serem omitidas,
nem para atrapalhar a melodia ou alterar o tom.
Se olharmos para cima,
Deus mesmo marcará o compasso para nós.
Com os olhos n’Ele,
vamos ferir a próxima nota com toda a clareza
sem murmurarmos tristemente:
"Na pausa não há música".
Não nos esqueçamos, contudo, de que "ela ajuda a fazer a música"
Compor a música da nossa vida é geralmente
um processo lento e trabalhoso.
Com paciência Deus trabalha para nos ensinar!
E quanto tempo Ele espera até que aprendemos a lição!
Lembre-se, a pausa não dura muito,
ela apenas serve para continuar a música!!!
Deus nos abençõe

tags:
Cláudia às 20:33
| comenta | favorito
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

Amigos, amizades

 

E por falar em amigos...

“Só existe uma coisa melhor

do que fazer amigos:

conservar os velhos.” (Elmer G. Letterman)

 

Lealdade, sinceridade,

assim começa uma amizade.

Desconfiança, assim começa

o fim de uma grande amizade.

 

O tempo mais aproveitado

é aquele que você irradia amor,

faz amigos, sorri...

Com amigos não se mata o tempo,

renova-se o tempo.

 

Velhos amigos ou novos amigos:

aninhe-os no peito, cuide deles

com carinho como pérolas do coração.

 

 

tags:
Cláudia às 08:47
| comenta | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 26 de Novembro de 2006

Recomeçar




Não importa aonde você parou... em que momento da vida você cansou... o que importa é que sempre é possível e necessário “Recomeçar”.

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo... é renovar as esperanças na vida e o mais importante... acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período ?
Foi aprendizado...

Chorou muito ?
Foi limpeza da alma...

Ficou com raiva das pessoas ?
Foi para perdoá-las um dia...

Sentiu-se só por diversas vezes ?
É por que fechaste a porta para os anjos...

Acreditou que tudo estava perdido ?
Era o início de tua melhora...

Pois é... Agora é hora de reiniciar... de pensar na luz... de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego ?

Uma nova profissão ?

Um corte de cabelo arrojado... diferente... ?

Um novo curso...?
Ou aquele velho desejo de aprender a pintar... desenhar... dominar o computador... ou qualquer outra coisa...

Olha quanto desafio... quanta coisa nova nesse mundão de Deus te esperando.

Está se sentindo sozinho ?
Besteira... tem tanta gente que você afastou nesse seu período de isolamento... tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para chegar pertinho de você.

Quando nos trancamos na tristeza... nem nós mesmos nos suportamos... ficamos horríveis... o mal humor vai comendo nosso fígado... até a boca fica amarga.

Recomeçar... hoje é um bom dia para começar novos desafios.

Onde você quer chegar ?

Ir alto... ?
Então sonhe alto... queira o melhor do melhor... queira coisas boas para a vida... pensando assim trazemos pra nós aquilo que desejamos... se pensamos pequeno... coisas pequenas teremos... já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor... o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da faxina mental...
Vamos lá... joga fora tudo que te prende ao passado... ao mundinho de coisas tristes... fotos... peças de roupa... papel de bala... ingressos de cinema, bilhetes e viagens... e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados... jogue tudo fora... mas principalmente... esvazie seu coração... fique pronto para a vida... para um novo amos...

Lembre-se somos apaixonáveis... somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes... afinal de contas...

Nós somos o “Amor”...

Porque somos do tamanho daquilo que vemos, e não do tamanho da nossa altura.

tags:
Cláudia às 19:32
| comenta | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 25 de Novembro de 2006

4000 visitas

Mais uma vez quero agradecer a vocês amigos que visitam constantemente este blog

 em menos de 15 dias o meu blog passo de 2000 a 4000 vizitas...agradeço do fundo do coração  para todos e voltem sempre

Cláudia às 14:34
| comenta | ver comentários (1) | favorito

Ilusão

Já te procurei muitas vezes

Procurei tanto e cansei

Viver a procura de um sonho

Uma imagem, uma fantasia

Será meu destino viver essa ilusão?

Ilusão de que haverá um amanhã?

Viver, não sei o quanto de vida resta

Não sei se você estará no meu amanhã

Mas sei que você estará no meu sonho

Não sei o que restará, mas restou a ilusão

Será essa ilusão o que resta de vida?

Que será de nós dois, do destino?

Me sinto cansada, cansada de mim

Cansada de vagar sozinha no escuro

Cansada de sonhar, comigo, com você

Eu quero viver, com sonhos, com ilusões.


tags:
Cláudia às 14:25
| comenta | favorito
Sexta-feira, 24 de Novembro de 2006

No momento pior

 

      Image Hosted by ImageShack.us   

Há momentos em nossa vida
Que o desânimo parece imperar...
A luta se torna mais árdua...
Os empecilhos maiores...
E a esperança... chega mesmo a findar!
Há momentos em que a angústia
Se faz muito mais presente...
Os sonhos desaparecem...
As ilusões diminuem...
E vemos nossa mundo desabar!
Há momentos em que a dor
Supera a própria alegria
Transformando o dia a dia
Num eterno lamentar!
Será que isto é normal?
Nada podemos fazer?
Como vencer este mal
Sem se deixar abater?
O primeiro passo é a oração
Que devemos cultivar
Do fundo do coração
E ao Nosso Mestre elevar!
Peçamos coragem e luz
Não vamos desanimar!
Confiemos em Jesus
Que está sempre a nos guardar!
É válido cada momento
Para nossa evolução
E até mesmo o sofrimento
Tem em si, sua razão!
Prossiga em seu caminhar
Pois vale a pena viver!
Não se deixe derrotar
Por algo que fim vai ter!

tags:
Cláudia às 09:33
| comenta | favorito
Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006

Amizades Verdadeiras



Diz o provérbio que
quem tem amigos tem tudo.
E quem acha que tem tudo,
Porém vive sem ninguém,
Na solidão, sem amigos,
Na verdade, pouco tem...
Laços que unem pessoas
Em sinceras amizades,
Dificilmente descambam
Para o ralo das maldades.
Amizades verdadeiras
São como raras essências,
Nos envolvem em carinho
E suprem nossas carências.
Para os bens materiais,
Há lojas pra se comprar.
Mas não há lojas que possam
Amizades ofertar...
E nas horas de incerteza,
Com quem podemos contar?
Nenhum bem material
Seja qual for o perigo,
Jamais terá o valor
De um sincero ombro amigo...


tags:
Cláudia às 09:42
| comenta | ver comentários (13) | favorito
Quarta-feira, 22 de Novembro de 2006

Sonhos de Amor no Outono

 

...

Folhas de outono…
…a cair, displicentes, pelo chão,
Como os sonhos que se foram,
Levando tuas lembranças,
Pra bem longe, em dispersão,
Deixando ao desamparo
Um amargo coração…

Folhas de outono…
Vocês se vão… já tiveram
Um papel na natureza,
E ainda continuam
A espalhar tanta beleza…
Mas meus sonhos, insensatos,
Mal cumprindo seu papel,
Abandonam-me à tristeza,
Se esparramam com o vento,
Arrastando a esperança,
Espalhando a incerteza…

Folhas de outono…
… que em ciclos voltarão,
No vai-e-vem das estações,
Em divinas produções,
Noutros toques de magia,
Em meigas transformações…

E meus sonhos?…

Se os meus sonhos…
…quem me dera…
Retornassem a meu viver,
Como as folhas de outono
E as cores da primavera…
Se... em meu outono interior,
Os sonhos reacendessem
As chamas de outrora, amor...
Certamente, então, fariam
Um milagre acontecer:
Renascerem minhas crenças,
Cessar o meu padecer… 

 

tags:
Cláudia às 19:24
| comenta | favorito