.mais sobre mim

.posts recentes

. Estranho

. Sou tão inconstante!

. Alicia Keys - No One

. Tomar decisões e fazer es...

. I Kissed a Girl

. If I were a boy

. Alguem soy yo

. Confusão

. "Confusão Sentimental..."

. Reviver

.links

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

Quarta-feira, 9 de Agosto de 2006

VISÕES CEGAS

Pergunto-me.
Porque vivemos?
Porque morremos?
O porquê do intermédio é válido
ou é só um ciclo fictício e mórbido para escolher almas nobres?
Dúvidas existenciais que pouco contam aos Adultos, aos cientistas, aos dentistas, aos nascidos, aos morridos,
preocupados em viver, burros com os olhos tapados,
só a estrada podem ver.
Não admiram a paisagem, não saboreiam o percurso,
só vêem a chegada.
Interessa chegar sem demora ao destino
sem amor e interesse pelas vidas que os ultrapassam
com idêntico desinteresse.
Não quero ser burro de olhos vendados, porém burro eu sou,
cascos não tiram vendas, nem cegos vêem,
porém observam melhor que os meros mortais as coisas da vida.
Porém são cegos, porém vêem, porém são homens,
porém são aleijados, porém são puros, porém são descarnados.
Assim é a vida de um cego, curto de vista, largo de visão,
quem dera ser cego para tudo aparecer num clarão.

sinto-me: Nostálgica
tags:
Cláudia às 20:55
| comenta | favorito